Doação de Publicações pela UFMT

A FPMSC recebeu da Universidade Federal do Mato Grosso, através da Pró-Reitoria de Cultura, Extenção e Vivência, gerida pelo prof. dr. Renilson Rosa Ribeiro , a doação de livros publicados pela editora da universidade.
O material será processado pelo APH-FPMSC e, em breve, estará disponível para consulta na Biblioteca de Apoio da FPMSC.
Para a Fundação Pró-Memória, é muito importante esse intercâmbio com instituições com trabalhos tão relevantes e reconhecidos, que contribuem não apenas com a difusão de conhecimento, mas pela colaboração, mesmo que indireta, no melhoramento dos trabalhos executados por nós.

 

 

 

 

 

 

Onovolab Adota o Jardim da Estação

A Prefeitura de São Carlos e o Onovolab assinaram no dia 16 de fevereiro de 2021 o termo de adoção do Jardim da Estação, localizado entre a estação ferroviária e a sede da empresa. Por este termo, Onovolab passa a ser responsável pela manutenção do Jardim, no âmbito da Lei Municipal que criou o “Adote uma praça” e que tem por objetivo promover e incentivar a participação da sociedade civil organizada (associação de moradores, organizações não governamentais) e pessoas jurídicas na urbanização, conservação, cuidados e manutenção das áreas públicas.

Segundo o Processo Administrativo 686/2021, a área abarcada inclui o playground, os equipamentos de academia ao ar livre e a área ajardinada e os cuidados e projetos a serem desenvolvidos pela adotante serão acompanhados pela Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Meio ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação e pela Fundação Pró-Memória de São Carlos.

 

 

Concurso FPMSC - Prova Prática

A FPMSC publicou no Diário Oficial de 03 de fevereiro de 2022 a retomada do Concurso Público 001/2019, interrompido devido às restrições da pandemia de coronavírus. Para esta fase, estão sendo convocados os candidatos classificados para a Prova Prática de Habilidades Operacionais e Técnicas para o cargo de oficial de manutenção.

A prova prática acontecerá no dia 13 de fevereiro de 2022 na EMEB Carmine Botta. Os portões serão abertos às 12h30, sendo fechados às 13h. Os candidatos são instruídos a chegar com 30 minutos de antecedência. As demais recomendações podem ser consultadas no DO e AQUI.

 

 

 

 

 

 

 

Nota de Esclarecimento

Entre os dias 9 e 14 de Setembro de 2021, o website da Fundação Pró-Memória de São Carlos esteve fora do ar em virtude de problemas técnicos nos servidores de hospedagem. Sua estrutura, bem como suas funcionalidades já foram restabelecidas, porém, durante algumas horas, estarão sujeitas a instabilidades.

 

 

 

Retirada das Placas do Saguão da Estação Ferroviária

No último dia 25 de agosto a Fundação Pró-Memória fez a retirada das placas existentes no saguão e na entrada da plataforma da estação ferroviária de São Carlos. A ação tem como objetivo garantir sua segurança e integridade, uma vez que existiram tentativas de roubo das peças.

 

As placas se encontram em segurança na reserva técnica do Museu de São Carlos e, em breve serão reinstaladas, utilizando métodos mais eficientes de guarda e segurança.

 

 

 

 

Palestras FPMSC. Novo Projeto de Difusão da FPMSC

Desde de agosto de 2021 a FPMSC iniciou o projeto Palestras FPMSC em seu canal no YouTube. A proposta é trazer ao público e disponibilizar aos visitantes palestras que tratem sobre temas relevantes tanto para a cidade como estadual e nacionalmente.

 

No último dia 03 de setembro foi ao ar, através de uma transmissão ao vivo, a palestra “Independência em questão” com o prof. dr. João Paulo da Silva. O vídeo se encontra diponível no YouTube da Fundação Pró-Memória no link https://www.youtube.com/watch?v=m7ypNvNAujQ

 

As próximas palestras serão sempre divulgadas nas mídias sociais da FPMSC, seu canal do Facebook e no Instagram.

 

 

 

Semana Virtual de Ferreomodelismo "Luiz Paulo Matas"

VEM AÍ A SEMANA VIRTUAL DE FERREOMODELISMO "LUIZ PAULO MATAS"


A partir do dia 7 de setembro, a FPMSC com o apoio da ASCFer realizará a Semana Virtual de Ferreomodelismo "Luiz Paulo Matas".

Com as restrições impostas pelo enfrentamento à pandemia do Coronavírus, os eventos públicos ainda estão proibidos, inviabilizando a realização do Encontro de Ferreomodelismo de São Carlos. Assim, para o ano de 2021 foi montada uma semana virtual, utilizando as mídias sociais da Fundação Pró-Memória para difundir a prática do ferreodemolismo e trazer falas sobre a história ferroviária e seu impacto nesta prática.

A Semana também fará uma homenagem póstuma a Luiz Paulo Matas, falecido em 28 de junho deste ano, até então presidente da ASCFer, e Luís Carlos Morelli Machado, falecido em 6 de agosto último, locutor dos Encontros de Ferreomodelismo de São Carlos. Matas é apontado por muitos ferreomodelistas como um dos principais propulsores da divulgação do hobby na cidade através dos Encontros realizado com a FPMSC e grande conhecedor de temas ferroviários.

Segue a programação:

 

07/09, 10h - Lançamento vídeo-homenagem "Ferreomodelismo em São Carlos". Disponível nas mídias sociais da FPMSC;

08/09, 18h30 - Palestra "As ferrovias do Estado de São Paulo: Passado e Presente" com Rafael Moura (Mestre em Geografia e professor do IFSC). Ao vivo no Youtube da FPMSC;

09/09, 10h - Lançamento do vídeo "Ferreomodelismo: modelismo e memórias". Disponível nas mídias sociais da FPMSC;

10/09, 18h30 - Lançamento do "Album Illustrado da Companhia Paulista de Estradas de Ferro - 1918", obra fac similar de Filémon Perez, e palestra "A Companhia Paulista" com Leandro Guidini (maquinista e pesquisador ferroviário). Ao vivo no Youtube da FPMSC.


Acompanhem às postagens das mídias sociais da FPMSC onde serão informados os links de acesso para as palestras.


Instagram: @fundacaopromemoria

Facebook: @promemoriasaocarlos

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC4Ub_pQ0_hU9YFEyxLQOn4A/featured

 

 

 

Nota do COMDEPHAASC

NOTA DO COMDEPHAASC SOBRE A AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (ADI), QUE QUESTIONA A LEGISLAÇÃO MUNICIPAL DE PROTEÇÃO AO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DA CIDADE DE SÃO CARLOS


O Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Ambiental de São Carlos (COMDEPHAASC) manifesta o seu repúdio às ações que ameaçam a preservação do patrimônio cultural no município, como a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), movida pelo diretório estadual do partido trabalhista brasileiro (PTB), questionando a legislação municipal de proteção ao patrimônio histórico e cultural da cidade de São Carlos. A ação contesta o Anexo XIX da Lei n. 13.692/05, as Leis n. 15.276/10 e n.16.237/12, bem como o art. 6° da Lei n. 13.864/06.

No momento a ADI (2273915-69.2020.8.26.0000) está em fase inicial de escuta às instituições arroladas: Prefeitura Municipal de São Carlos e Câmara Municipal de São Carlos. O processo tem sido acompanhado de perto por este Conselho que manifesta sua preocupação com a Ação e adverte sobre as suas possíveis consequências à memória e à história local.

Salientamos, que as políticas e ações desenvolvidas em prol da preservação do patrimônio cultural no município de São Carlos foram fundamentadas em conhecimento técnico e executadas por profissionais qualificados, respeitando-se a legislação municipal vigente que coaduna com a Constituição Federal Brasileira de 1988, principalmente no que tange aos instrumentos legais relacionados ao parágrafo 1º, do artigo 216, o qual estabelece que o poder público, juntamente com a comunidade, "promoverá e protegerá o patrimônio cultural brasileiro, por meio de inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação, e de outras formas de acautelamento e preservação".

Ações em prol da preservação do patrimônio cultural foram estabelecidas pela primeira vez por meio do Plano Diretor do Município de São Carlos de 2005 (Lei Municipal 13.691/2005) conjuntamente à definição de uma área de interesse histórico, constituída por uma poligonal. Para a delimitação desta poligonal foi necessário identificar alguns bens culturais na cidade, por meio da aplicação de inventários e uma metodologia fundamentada em critérios técnicos e teóricos, buscando contemplar a diversidade de tipologias, períodos históricos e estilos arquitetônicos do patrimônio do município.

Este processo exigiu a elaboração de diagnósticos e a aplicação de inventários sistemáticos, os quais foram conduzidos por arquitetos e urbanistas, historiadores e pesquisadores especializados no campo do patrimônio. Em seguida, respeitou-se as etapas de reunião pública, por meio de um processo transparente e de ampla discussão, que vislumbrou a comunicação entre os vários setores da sociedade, de modo a legitimar a identificação dos bens culturais do município de São Carlos. Assim, surpreende que, entre vários questionamentos legais, a ação de inconstitucionalidade insurge contra a metodologia de inventário, uma das ferramentas mais consolidadas de levantamento e avaliação de bens de interesse cultural utilizado no Brasil.

Também é importante mencionar um dos grandes desafios para as cidades nos dias de hoje, relativo a mudança de uso e a especialização funcional dos centros urbanos, transformando-os em centros de comércio e serviço, questões que comprometem as dinâmicas socioculturais destas áreas, com o esvaziamento de moradores. Assim, com o

objetivo de minimizar os efeitos deste fenômeno e favorecer um crescimento sustentável na cidade de São Carlos, foi elaborada a sua política de preservação do patrimônio cultural, associada às políticas de desenvolvimento urbano e incentivos fiscais do município.

A definição de instrumentos de preservação, conforme previsto na Constituição Federal, estruturou uma legislação avançada em relação a outras cidades médias brasileiras. Neste contexto, foi criado o Conselho Municipal COMDEPHAASC, foram aplicados instrumentos previstos no Estatuto da Cidade de 2001, articulados às políticas de turismo cultural na área rural e ao incentivo fiscal à conservação de imóveis urbanos. Os incentivos fiscais às edificações urbanas, com descontos ou isenção do IPTU, constituem uma política de preservação por meio da qual o poder público não deixa o ônus da conservação do patrimônio apenas às custas do proprietário. Com isto, buscou-se a proteção da paisagem de conjuntos urbanos, a valorização da identidade cultural da população e o respeito à sua memória social.

Considerando-se a importância do patrimônio em relação a identidade dos povos e às gerações futuras, e para garantir a vitalidade dos centros urbanos, os segmentos da sociedade brasileira, interessados na valorização do patrimônio cultural esperam respeito à Constituição, às diretrizes de preservação do patrimônio oferecidas por cartas, documentos e normativas nacionais e internacionais, e à legislação municipal com sua autonomia em relação ao que é considerado de interesse local.

Por fim, manifestamos nosso estranhamento com a proposição da Ação por parte do diretório estadual de um partido político, referente a uma legislação municipal de preservação do patrimônio. E, consideramos que ações desta natureza são uma grande ameaça à proteção dos bens culturais que, conjuntamente aos processos de desmonte que vêm ocorrendo nas instituições culturais brasileiras, solicitam uma reação da sociedade contrária a este processo.


São Carlos, 17 de maio de 2021.


Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Ambiental de São Carlos COMDEPHAASC

 

 

Lançamento do Livro "Società Dante Alighieri de São Carlos"

A Fundação Pró-Memória anuncia o lançamento do livro "Società Dante Alighieri de São Carlos; assistencialismo étnico no interior paulista (1902-1938)" de autoria da Dra. Carla Fernandes da Conceição e edição da FPMSC.
Fruto da tese de doutorado da autora, o livro traz informações sobre a criação e desenvolvimento da associação italiana Società Dante Alighieri em São Carlos em 1902, apresentando o perfil social e político de seus membros e sua inserção na sociedade local.

A autora Carla Fernandes da Conceição é Doutora em Sociologia pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (2020), onde também fez seu mestrado em 2015. Graduada em História pelo Centro Universitário Central Paulista - UNICEP (2001), tem experiência na área de História e Sociologia Histórica, atuando principalmente nos seguintes temas: elites cafeeiras, associativismo étnico, italianos, elites, casamentos endogâmicos, reprodução social e genealogia de famílias de elite do município de São Carlos/SP. Atualmente, participa do projeto de pesquisa "Percursos histórico-sociais na incorporação de imigrantes no oeste paulista (1880-1950)", coordenado pelo Prof. Dr. Oswaldo Mario Serra Truzzi. É professora de História no ensino médio - ETEC (Centro Paula Souza).

(Fonte: Currículo Lattes)

Onde comprar o livro?

O livro pode ser adquirido na Fundação Pró-Memória de São Carlos, de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

A FPMSC fica na estação ferroviária de São Carlos, na praça Antonio Prado, Centro. São Carlos/SP. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3373-2700 com Leila ou Kellen.

 

 

 

Topo